4 hábitos na direção que afetam a vida útil dos pneus


Os pneus são uma parte fundamental para o seu carro. Dependendo dos hábitos da direção, eles podem contribuir até para a economia do seu combustível, algo muito importante nos dia de hoje, não é verdade?


Só que os benefícios vão muito além dos financeiros. Saber como cuidar dos pneus ajuda na prevenção de acidentes e prolonga a vida útil dos equipamentos.


Pensando nisso, preparamos este blog compartilhando alguns hábitos que você deve evitar para contribuir com os seus pneus. Vem com gente!

Acelerar e frear de forma brusca


A forma como você dirige é muito importante para a preservação dos pneus. Quanto mais brusca for a freada ou acelerada, maior será o prejuízo na estrutura do pneu.

Além disso, há maior esforço do sistema de suspensão e de diversos componentes do seu veículo.

De forma resumida: as arrancadas e retomadas são um prato cheio para o desgaste irregular, deformação e
superaquecimento dos pneus.


Dirigir em alta velocidade


Além de ser um perigo extra a quem está dentro do veículo, dirigir em alta velocidade, principalmente em curvas, contribui muito para o desgaste excessivo dos pneus. Você está gastando muito o “ombro” desta peça, reduzindo sua vida útil e dirigibilidade.

Raspar o pneu no meio-fio


Não é só uma questão de estética. Raspar os pneus no meio-fio contribuem para o desgaste da borracha e geram bolhas.


Tenha o máximo de cuidado ao estacionar: se os pneus ficarem prensados na guia, a direção é forçada e causa o desalinhamento das rodas, deformando a lateral dos pneus e danificando as bandas de rodagem.


Lembre-se: atenção extra na hora de estacionar!



Passar por buracos na rua


Muitas vezes alguns perigos estão fora da nossa responsabilidade, como os buracos nas ruas e avenidas.
Porém, o que você pode controlar é a forma como passa por eles.


O ideal sempre é contornar o buraco para evitar os impactos e atritos na borracha. Caso não seja possível, procure reduzir ao máximo a velocidade e dirija com muito cuidado, evitando o choque entre o pneu e a fissura no asfalto.

São grandes vilões de bolha no pneu


Ter o máximo de atenção com buracos é muito importante já que eles são uma das principais causas do aparecimento de bolhas nos pneus. E tem mais: o choque pode romper a câmara interna da peça. Com certeza você não quer passar por esse problemão.


Como aumentar a validade dos pneus?


Agora que você já sabe o que não fazer, nós vamos compartilhar algumas dicas que podem te ajudar nos cuidados
com os seus pneus. Bora lá!


Cheque a calibragem dos pneus


Esse hábito é bem simples e essencial para proteger os seus pneus. Lembre-se de seguir as orientações de calibragem do manual a cada 15 dias. Pneus vazios podem esquentar e se desgastar muito rápido, enquanto os cheios podem estourar.

Faça o balanceamento e alinhamento


Faça esses dois procedimentos nas trocas dos pneus a cada 10 mil km. A diferença entre eles é que o balanceamento equilibra o peso entre as rodas e o alinhamento mantém as rodas perpendiculares ao solo e paralelas entre si.


Não se esqueça do rodízio de pneus a cada 10 mil km


Você pode não saber, mas o desgaste dos pneus é desigual, pois os dianteiros se desgastam mais rapidamente que os traseiros. Por isso, realizar o rodízio aumenta a durabilidade dos pneus.


Mantenha o pneu estepe sempre preparado


O pneu reserva sempre deve estar pronto para ser utilizado em caso de imprevistos.
Cheque com frequência o estepe e deixe ele sempre calibrado.


Quer saber mais informações e curiosidades sobre pneus? É só clicar aqui e acompanhar o nosso blog.

OUTROS