5 dicas para você economizar combustível com o seu veículo


O preço do álcool e da gasolina estão bem salgados, não é verdade? Só para se ter uma noção, o valor dos combustíveis aumentou 40% em 2021, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor).


Mas, tomando alguns cuidados especiais, é possível economizar e diminuir de forma bem considerável o desperdício. Vem com a gente para você ficar por dentro das nossas dicas!

Acerte a mão na hora de trocar a marcha do carro


A forma como você dirige o seu veículo contribui muito para maior ou menor gasto de combustível, principalmente no famoso “anda e para” no trânsito das grandes cidades.

Em caso de câmbio manual, o grande truque é acertar o tempo correto da troca de marcha. Elas devem ser trocadas sem aquelas acelerações bruscas, antes que o ponteiro ou sinalizador digital do conta-giros no painel chegue ao limite.


Pé no acelerador também não ajuda com etanol e gasolina


Forçar muito na aceleração não é uma boa opção se você tem o interesse em diminuir o consumo de álcool e gasolina. As pisadas agressivas forçam ainda mais o motor do veículo e assim aumentam o desperdício.


Evite rodar no ponto morto


Existem muitos motoristas que possuem o hábito de dirigir com o ponto morto, principalmente em descidas. Se você for um deles, é melhor evitar essa prática.


Além de ser perigosa, ela pode aumentar o consumo de combustível, pois o motor entende que o veículo está em marcha lenta e potencializa o gasto. Portanto, mantenha o seu veículo sempre engrenado.


Respeite os limites de velocidade


Dirigir dentro dos limites de velocidade é uma forma eficiente de economizar o combustível, já que mudanças súbitas de velocidade causam mais degaste para o motor e, assim, aumentam o consumo.


Faça a calibragem dos pneus regularmente


Talvez essa seja uma das principais práticas para você economizar combustível. Quando os pneus estão murchos ou descalibrados, acontece um atrito maior com a via, podendo aumentar o consumo de álcool ou gasolina. A calibragem sendo feita a cada 15 dias evita ainda o superaquecimento e o desgaste precoce dos pneus.


Para você saber a pressão adequada, é só consultar o Manual do Proprietário que detalha o número exato com carga e sem carga.


Não se esqueça do alinhamento e balanceamento


Faça o balanceamento e alinhamento nas trocas dos pneus a cada 10 mil km. A diferença entre eles é que o balanceamento equilibra o peso entre as rodas e o alinhamento mantém as rodas perpendiculares ao solo e paralelas entre si.


Use o ar-condicionado só quando for necessário


Lembre-se: quanto mais tempo você ficar com o ar ligado, mais combustível será gasto. O equipamento é operado pelo motor, que precisa do álcool ou gasolina para funcionar de forma correta.


A utilização constante pode aumentar o consumo de combustível em até 10%. Janelas fechadas melhoram a eficiência do sistema e diminuem a resistência aerodinâmica.


Preste atenção na manutenção do motor


A manutenção preventiva ou corretiva é importante e pode deixar o carro bem mais econômico. Alguns componentes devem ter o período recomendado de troca respeitado. Quando sua troca é ignorada, o motor precisa trabalhar mais, o que consome mais combustível.


De acordo com o Manual do Proprietário das montadoras, é recomendável que você troque o óleo do motor e o filtro de combustível a cada 10 mil km rodados ou 12 meses, as velas a cada 20 mil km rodados e o filtro de ar a cada 15 mil km.


Escolha o posto de gasolina ideal


Defina um posto de gasolina de confiança para abastecer. Prefira sempre esse local para encher o tanque.


Por isso fique atento aos postos sem bandeira. A bandeira tem muita relevância quanto à segurança do combustível, já que existe um controle de qualidade feito pelo fornecedor da “marca”. Postos com infraestrutura, sinalização, higiene e outros serviços costumam oferecer mais confiabilidade.


É preciso que você fique alerta aos preços muito mais baixos. Se o valor da gasolina/etanol está bem mais barato em relação aos concorrentes, as chances de os combustíveis serem adulterados é grande.


As consequências de abastecer com combustível batizado causam uma grande dor de cabeça. Mesmo você realizando manutenção preventiva, alguns problemas podem acontecer, como falhas no funcionamento do motor, dificuldade para ligar o automóvel e perda de potência.